Resenha: Química Perfeita

30.12.15 Rogéria Santos 0 Comments



Brittany Ellis é a garota que os filmes hollywoodianos nos preparam para odiar, loira dos olhos azuis,corpo escultural, líder de torcida,e claro, namorada o capitão do time de futebol. Entretanto logo no primeiro capítulo a garota se mostra frágil e descontente com a vida de aparências em que vive para agradar a mãe,tornando impossível odia-la. 
Alex Fuentes é o homem da casa, ajuda sua mãe nas despesas e tenta ser uma boa influência para seus dois irmãos mais novos mesmo sendo integrante de uma gangue, temido pelo pessoal da North Side e adorado pelo South Side, é um perfeito bad boy, não que se orgulhe disso.

Apesar de estarem na mesma escola à anos, Alex e Brittany se ignoram mutuamente , até que por acaso se tornam parceiros na aula de química; Forçados a conviver eles percebem que tem vidas parecidas,ambos se escondem por trás de sua fama, sem coragem de ser diferente.
Em uma narrativa alternada entre Brit e Alex vemos a autora desconstruir os personagens, Brit se libertando dos seus fantasmas, Alex se afundando cada vez mais em seus demônios e tudo isso de uma forma tão natural que é impossível desgrudar da trama. Em vários momentos me vi pensando: “ O que Brit pensou disso?” ou “Será que Alex está bem?” foi impossível não me apegar à eles, porque os dois são totalmente expostos ao leitor, os medos e certezas tudo ali.

Envolvente e leve Química Perfeita me envolveu do início ao fim, se você gosta de um bom romance teen, com certeza vai se encantar com esse livro,assim como eu, rs. 

0 comentários: