Senhor Disney,

16.6.16 Rogéria Santos 5 Comments

Querido Senhor Disney? íntimo demais
Caro Senhor Disney?    quantos anos eu tenho?
Excelentíssimo Senhor Disney?   de forma nenhuma!
 Pensei em milhares de formas de lhe escrever, eu tenho tanto a dizer que as palavras se perdem em meio a meus sentimentos. Perdoe-me o nervosismo e a falta de jeito, é que já está tarde e não posso mais adiar essa conversa...
   Eu quis ser a princesa das suas histórias várias e várias vezes, sei todas as falas,e acredite, todos os sentimentos de cada uma delas.
   Eu também já quis xingar todo mundo e gritar para o mundo que felizes para sempre não existe, que a princesa nem sempre quer um príncipe, ooh como eu quis fazer isso.
   Levei muito tempo para entender que a princesa é sempre forte, que ela passa pelas adversidades da vida assim como todos nós, a verdade é que todos nos sentimos ameaçados por uma madrasta má, ou oprimidos por um outro indivíduo por aí.
    Obrigada por todas as horas de diversão que o Senhor me proporcionou, pelas risadas e pelas lágrimas, obrigada por me mostrar que não devemos pagar as pessoas na mesma moeda (Cinderela), que tentar "esconder" um problema não o faz deixar de existir (Bela adormecida), que com amor pode-se cultivar até o mais duro coração (Branca de Neve).
     Sei que já estou repetitiva, mas por fim queria lhe agradecer por me dar várias oportunidades de ser princesa, de me identificar com cada uma delas de formas tão diferentes.
       Atenciosamente,
uma das muitas princesas que o senhor criou inconscientemente.

5 comentários: